fbpx

Esquemas e erros cognitivos são conceitos relacionados à psicologia cognitiva e à terapia cognitivo-comportamental (TCC). Eles desempenham um papel importante na forma como percebemos e interpretamos o mundo ao nosso redor, afetando nossos pensamentos, emoções e comportamentos.

Esquemas: Os esquemas são estruturas mentais ou modelos cognitivos que representam nossas crenças, expectativas, valores e memórias sobre o mundo e sobre nós mesmos. São construções mentais que se desenvolvem ao longo do tempo com base em nossas experiências de vida, relacionamentos e aprendizados. Essas estruturas mentais influenciam a maneira como interpretamos novas informações e situações.

Os esquemas podem ser tanto positivos quanto negativos. Esquemas positivos são saudáveis e realistas, enquanto os esquemas negativos são distorcidos e prejudiciais, geralmente relacionados a baixa autoestima, autocrítica, medos irracionais e inseguranças.

Por exemplo, se alguém possui um esquema negativo de “não ser bom o suficiente”, isso pode afetar a forma como interpretam seus sucessos e fracassos, levando a uma visão distorcida de suas habilidades e desempenho.

Erros cognitivos: Os erros cognitivos são distorções sistemáticas no processamento da informação que podem levar a pensamentos automáticos negativos e a respostas emocionais desproporcionais. Esses erros são frequentemente associados a esquemas negativos e podem levar a padrões de pensamento disfuncionais.

Alguns exemplos de erros cognitivos incluem:

  1. Leitura Mental: Acreditar que sabe o que os outros estão pensando ou sentindo sem evidências concretas.

  2. Catastrofização: Exagerar a importância de um evento negativo e prever o pior resultado possível.

  3. Generalização Excessiva: Tirar conclusões negativas com base em um único evento negativo, aplicando-as a todas as situações.

  4. Filtragem Mental: Focar apenas nos aspectos negativos de uma situação, ignorando os aspectos positivos.

  5. Raciocínio Emocional: Acreditar que, porque se sente de determinada maneira, sua visão da realidade é verdadeira.

  6. Rotulação: Rotular a si mesmo ou aos outros com termos negativos, sem reconhecer a complexidade das pessoas e situações.

  7. Pensamento Binário: Ver as coisas apenas em termos de “tudo ou nada”, sem considerar as nuances ou o meio-termo.

A terapia cognitivo-comportamental trabalha para identificar esses esquemas negativos e erros cognitivos, desafiá-los e substituí-los por pensamentos mais realistas e saudáveis. Ao fazer isso, é possível melhorar o bem-estar emocional, aumentar a autoestima e promover respostas comportamentais mais adaptativas.

Sobre : Estevan Matheus

Empresário, Psicólogo, há mais de 10 anos realizando serviços exclusivos na área web. Neste site  ofereço meus serviços digitais como também: aplicações, softwares, conceitos, conteúdos, tecnologia, mercado financeiro, Analise técnica, Psicologia do Cotidiano, entre outros. Cursos e Produtos foram previamente escolhidos pelo conteúdo oferecido e qualidade do produtor. Aviso: O Objetivo desse website  é informar as pessoas sobre conceitos e técnicas utilizados por mim em meu cotidiano, assim sendo não pretendo oferecer solução infalível para nenhum dos assuntos tratados aqui. Os exemplos e conteúdos utilizados, tem o objetivo meramente didático de fontes confiaveis e não representam recomendações impostas. Eu não me responsabilizo , por quaisquer resultados obtidos pelo internalta devido a utilização de aplicações, metodologias citadas e contidas nesse website.

Assuntos interessantes para ler

O que caracteriza a psicologia reversa?

O que caracteriza a psicologia reversa?

A psicologia reversa é uma técnica psicológica utilizada para influenciar o comportamento de uma pessoa, induzindo-a a fazer algo através de sugestões contraditórias ou inversas. Em outras palavras, ao invés de pedir diretamente que alguém faça algo, você utiliza...

Abrir Whatsapp
Tire suas dúvidas sem compromisso!!
Estou online
Como posso ajuda-lo?